Ly Sabas

Basta de poemas para depois... (Mário Quintana)

Textos




A flor no nada


começa assim
num canto qualquer
e vem singrando o branco
em retorcidos nós e pétalas
ou múltiplas borboletas
de singular encanto





Para desenho de Felipe Stefani


Ly Sabas
Enviado por Ly Sabas em 19/08/2011
Copyright © 2011. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras