Ly Sabas

Basta de poemas para depois... (Mário Quintana)

Textos


Longe de ti


Longe de ti
Não faço aniversário
Não conto os dias
Não envelheço
Enclausuro-me
Na indiferença

Longe de ti
Não sinto desejos
Não ouço sinos
Não depilo curvas
Abandono-me
A total desmazelo

Longe de ti
Não energizo ao sol
Não abençôo a chuva
Não venero a lua
Refugio-me
Em fria descrença



Longe de ti...
... simulo existência...





















Ly Sabas
Enviado por Ly Sabas em 29/03/2007
Alterado em 25/06/2007

Música: Alone - Bee Gees



Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras