Ly Sabas

Basta de poemas para depois... (Mário Quintana)

Textos


Tatuagem

No peito alvo o monstro escancara os dentes
Desmentindo o brilho angelical da face
Que por nada permitirei que se embace

O traço, que leva o artista a expor os seus tormentos,
Perde-se em colorido desbotado
Deixando soturno o que era apaixonado

Nada direi sobre o que penso.


Fingirei que aprovo o belo corpo todo marcado. 
Ly Sabas
Enviado por Ly Sabas em 31/03/2015
Copyright © 2015. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras